NOTA OFICIAL DE ESCLARECIMENTO

NOTA OFICIAL DE ESCLARECIMENTO

MANIFESTAÇÃO E COMPROMISSO PÚBLICO
As entidades representativas dos Cartórios do Estado do Rio Grande do Sul manifestam seu compromisso público de apoio às investigações conduzidas pela Corregedoria-Geral da Justiça e o Ministério Público, ao tempo em que reconhecem o trabalho do Grupo RBS e do jornal Zero Hora pela reportagem conduzida pelo Grupo de Investigação (GDI) – (sábado, 02/09 – Quando a Fé Pública vira Má-Fé).
As entidades destacam que as acusações – muitas delas ainda em processo de investigação – atingem 27 dos 747 Cartórios do Rio Grande do Sul, portanto 3,6% do total das unidades, o que demonstra o compromisso dos tabeliães e registradores do Estado em conferir segurança, autenticidade, publicidade e fé pública aos atos pessoais e patrimoniais de toda a população gaúcha.
Comunicam que oficiaram o Ministério Público (MP-RS) e a Corregedoria-Geral de Justiça (CGJ/RS) solicitando acesso a lista
de cartórios sob investigação, com o intuito de colaborar com o Poder Público para a averiguação e esclarecimento das supostas acusações e erradicar condutas inadequadas à função pública.
As entidades formalizaram ainda pedido oficial ao Poder Judiciário do Rio Grande do Sul cobrando célere finalização dos
concursos públicos em andamento, uma vez que a responsabilidade pela realização dos mesmos é atribuição do Poder Judiciário.
Recente Pesquisa Nacional Datafolha apontou os Cartórios como a instituição em que os brasileiros mais confiam, o que demonstra que a relação entre Cartórios e sociedade permanece ancorada na fé pública que sempre baseou o nosso serviço.
O Colégio Notarial do Brasil – Seção Rio Grande do Sul (CNB/RS) integra, ao lado das demais entidades gaúchas, um
Comitê de Crise, formado por notários, registradores, assessores jurídicos e assessores de imprensa que coordenará as ações junto aos veículos de comunicação relativas aos desdobramentos da reportagem veiculada no Zero Hora.
assinaturas forum dos presidentes